-3 C
Gaia
Monday, January 24, 2022

Comprar agora

Projecto Ubuntu, a cola que une as pessoas

O museu

Objectivo é democratizar a forma como a história de Vila Nova de Gaia é contada, em benefício das pessoas e do património imaterial do município.

Resultado das acções e actividades já desenvolvidas nos projectos “Meu bairro, minha rua” e “Ubuntu no bairro”, o Museu Ubuntu Gaia é um espaço virtual, inaugurado em Setembro de 2021. Tem por objectivo contar e guardar as “memórias individuais e coletivas” de Vila Nova de Gaia e das suas gentes. Memórias ditas por quem fez e faz a cidade, por gaienses de nascimento, ou que aqui se enraizaram, “constituem um importante património imaterial do município”, como descreve a página virtual do museu.

O Museu Ubuntu Gaia pretende ser uma mais-valia para a população e democratizar o ensino e a interpretação da história do concelho. “Essa história deve ser contada por toda a gente”, destaca Sara Martins Silva, do Instituto Padre António Vieira, entidade gestora do projecto.

A história do concelho “deve ser contada a toda a gente”, defende Sara Martins Silva, do IPAV. Foto: DR.

“Gaia é uma terra de pessoas que vêm de fora. Quando recuperamos essas histórias pessoais, construímos a história do território pela positiva”, diz. O resultado é o regresso do orgulho pelo passado, as suas trajectórias, o lugar onde vivem. Além de guardar memórias, zela pela identidade do que é “ser gaiense”. Identidade sempre a ser reconstruída…

O Museu Ubuntu Gaia conta com inúmeras narrativas de vida, como “Histórias de Família”, “Festas e Romarias”, “Histórias de Amor” e “Avós e Netos”, além do documentário “Ser Comum”, composto pelas falas de líderes comunitários gaienses. As colecções estão acessíveis no site do museu. Maria Luísa Bissotto

ARTIGOS RELACIONADOS

Redes sociais

374FãsGostar
21SeguidoresSeguir
- Advertisement -