Lugares escondidos em Gaia, à vista de todos

0
370

Passear por Vila Nova de Gaia, de máquina fotográfica, à procura de surpresas para registar e publicar na rede social Instagram, foi o desafio lançado pelo Walkingaia a um grupo de “instagrammers” influenciadores.

Por Xavier Neves

Alexandra Cabral, designer, criou o projecto de orientação visual Walkingaia, que tem como principal finalidade captar e mostrar “a essência e identidade do território, as pessoas, a personalidade e os rostos de quem lá habita”.

Localizações que não estão à vista de todos, percursos que não são visitados pelos turistas e locais, surpresas que podem acontecer à vista de todos, mas que só os olhos dos mais atentos captam é a intenção de Alexandra Cabral com o Walkingaia.

Para tal, lançou um desafio a “instagrammers” com influência na opinião dos seus seguidores e uma relação estreita com a fotografia. O propósito foi o de percorrerem a cidade de Gaia e captarem o que de melhor vissem.

Os resultados são naturalmente diferentes,  mas o objectivo é uno: “transpor para a plataforma digital uma imagem peculiar e publicar os pormenores captados por quem mais sabe de fotografia neste meio”, com a intenção de convidar quem visita a ficar mais tempo e não terminando o passeio com o olhar apenas pelas caves, confirma a responsável pelo projecto.

A Walkingaia, além do seu feed de Instagram, vai lançar uma aplicação homónima em breve e as novidades não ficam por aqui. Há também a possibilidade de “uma pequena publicação, ou uma exposição”, porque, atira a fundadora, “o potencial das fotos é incrível”.