Edgar Cardoso vai ter terceira ponte entre Porto e Gaia

0
212

Redacção

Edgar Cardoso (1913-2000) vai ter uma terceira ponte entre as cidades do Porto e de Gaia. Depois de ter projectado a da Arrábida e a de S. João, agora o célebre engenheiro das pontes vê um ante-projecto assinado por um consórcio liderado pela empresa Edgar Cardoso Laboratório de Estruturas (criada pelo próprio), com a Arenas & Asociados e a NO Arquitectos, vencer o concurso de ideias para a nova ponte sobre o Douro, que servirá a linha de Metro entre Casa da Música (Porto) e Santo Ovídeo (Gaia). O concurso de execução será lançado dentro de dias. 

Segundo o PÚBLICO, terminado este primeiro concurso, esta segunda-feira de manhã foi anunciado que o direito a realizar o projecto, que tinha como condição, entre outras, a integração com a ponte a Arrábida, precisamente, vai ser disputado com dois outros consórcios liderados por firmas portuguesas.

A proposta classificada em segundo lugar é da Coba, com a Pondio Enginieros e a Architecture et Ouvrage d’Art, e a terceira é assinada pela Betar Consultores. Segundo o júri que avaliou as 28 propostas entregues, as três escolhidas respeitam os limites de prazos impostos e admitem que conseguem propor uma obra para menos de 70 milhões de euros: o preço apresentado pelo terceiro é de 69,2 milhões de euros (1004 dias), o segundo aponta para 62,8 milhões (1001 dias) e o vencedor apresenta 50,5 milhões, num prazo de 970 dias. 

A obra será executada pelo consórcio vencedor do concurso de construção da nova linha Porto-Gaia, cujo projecto de execução já foi entregue à espanhola Ayesa e à portuguesa Quadrante para desenhar a segunda linha de Gaia, ligando a Casa da Música a Santo Ovídio. O concurso para a obra será lançado no final de 2022, de modo a que a linha, financiada pelo Plano de Recuperação e Resiliência, possa estar concluída no final de 2025.